Banco de Dados

(8 minutos de leitura) Um banco de dados é um conjunto de dados que podem ser acessados por computadores. E num mundo tão digitalmente conectado, hoje é essencial qualquer empresa, em qualquer área, ter um bom banco de dados. Está curioso sobre o assunto? Vem ler nosso texto de hoje!

Banco de Dados

(8 minutos de leitura)


Pense em um banco de dados como uma biblioteca. Assim como uma biblioteca possui estantes de livros organizadas de uma determinada maneira, um banco de dados possui tabelas de dados organizadas de uma determinada maneira.

Um banco de dados é como uma biblioteca. Ele armazena informações que podem ser acessadas por computadores.

Nunca vimos dados serem tão importantes para as empresas como são hoje, independentemente do seu segmento. Afinal de contas, sabemos que, se utilizados corretamente, as informações podem produzir decisões estratégicas valiosas.

Com essas informações em mente, decidimos criar este conteúdo como um verdadeiro guia para auxiliar você a entender o que é, de fato, um banco de dados. Além disso, também mostraremos quais são os principais tipos, qual a importância deles e como definir o seu.


O QUE É UM BANCO DE DADOS?

Um banco de dados é uma coleção de dados que podem ser acessados por computadores. Os dados geralmente são organizados de uma maneira específica para que possam ser facilmente pesquisados e recuperados.

Tecnicamente falando, uma base de dados nada mais é do que uma coleção organizada de dados armazenados dentro de um sistema informático.

Os bancos de dados são uma parte essencial de muitos aplicativos de computador. Eles permitem que as empresas armazenem e gerenciem grandes quantidades de dados com eficiência.


COMO OS BANCOS DE DADOS SÃO USADOS?

Os bancos de dados são usados para armazenar dados de uma maneira que facilita a recuperação e a manipulação de informações. Por exemplo, um banco de dados pode ser usado para armazenar informações de clientes para que possam ser facilmente acessadas por representantes de atendimento ao cliente.

Os bancos de dados também podem ser usados para gerar relatórios, como relatórios de vendas ou listas de clientes. Além de também podem ser usados para criar páginas da web ou aplicativos.

A maioria das empresas usa bancos de dados para armazenar informações sobre seus clientes, produtos e pedidos. Essas informações podem ser usadas para rastrear níveis de estoque, gerar relatórios e criar materiais de marketing. Em muitos casos, os bancos de dados também são usados para criar páginas da Web ou aplicativos móveis, como já dito anteriormente.


DIFERENTES TIPOS DE BANCO DE DADOS

Existem muitos tipos diferentes de bancos de dados, cada um com seus próprios pontos fortes e fracos.

Devido ao grande número de opções disponíveis nos dias de hoje, fica difícil distingui-los entre si. Pensando nisso, decidimos listar alguns dos mais comuns bancos de dados disponíveis.


1. BANCOS DE DADOS RELACIONAIS

Os bancos de dados relacionais, ou bancos de dados SQL, são o tipo mais popular de banco de dados. Eles armazenam dados em tabelas, com cada tabela contendo várias linhas e colunas. As consultas podem ser executadas em bancos de dados relacionais para localizar informações específicas.


2. BANCOS DE DADOS ORIENTADOS A OBJETOS

Os bancos de dados orientados a objetos armazenam dados como objetos. Esses objetos podem ser relacionados uns aos outros, facilitando o armazenamento e a recuperação de dados complexos. No entanto, bancos de dados orientados a objetos podem ser mais difíceis de consultar do que bancos de dados relacionais.


3. BANCO DE DADOS NÃO RELACIONAIS

Os bancos de dados não relacionais, ou NoSQL, como também são comumente conhecidos, são um tipo mais novo de banco de dados que não segue o modelo relacional tradicional. Em vez disso, eles usam um armazenamento de valor-chave, armazenamento de documentos ou modelo gráfico para armazenar dados. Os bancos de dados NoSQL são frequentemente usados para aplicativos da Web em que os dados mudam constantemente.


CONHEÇA 3 BENEFÍCIOS OFERECIDOS POR UMA BOA BASE DE DADOS

Como você já deve imaginar, existe uma verdadeira infinidade de vantagens de se utilizar um banco de dados. Mas afinal, quais são elas?

Decidimos trazer 3 grandes benefícios gerados pelo uso dos bancos de dados. Prepare-se para conhecê-los a seguir.


1. MAIOR PRECISÃO

Quando os dados são armazenados em um banco de dados, é mais fácil garantir que as informações sejam precisas. Isso ocorre porque os bancos de dados podem ser projetados para verificar erros antes que os dados sejam inseridos no sistema.


2. EFICIÊNCIA APRIMORADA

Os bancos de dados podem ajudar os usuários a recuperar informações com mais rapidez e facilidade. Isso pode economizar tempo e aumentar a produtividade.


3. MAIOR FLEXIBILIDADE

Bancos de dados oferecem aos usuários a capacidade de acessar e manipular dados de várias maneiras. Isso os torna mais flexíveis do que outros tipos de sistemas de armazenamento de dados.


DESAFIOS EM USAR UM BANCO DE DADOS

Nem tudo são flores e sabemos que esse mesmo conceito também atinge os bancos de dados.

Existem alguns desafios em usar um banco de dados. Um deles é que os bancos de dados podem ser complexos para projetar e desenvolver. Essa complexidade reflete no software o que pode levar a erros no código, o que pode causar mau funcionamento do sistema.

Outro desafio são os custos de manutenção. Eles exigem pessoal qualificado para gerenciá-los e mantê-los funcionando sem problemas.

Por fim, os bancos de dados podem ser vulneráveis a violações de segurança. Os hackers podem obter acesso a informações confidenciais armazenadas em bancos de dados, o que pode levar ao roubo de identidade ou outros crimes.


COMO ESCOLHER O MELHOR BANCO DE DADOS PARA VOCÊ

Existem muitos tipos de bancos de dados disponíveis, então como você sabe qual é o certo para suas necessidades? Aqui estão algumas coisas que você precisa levar em consideração ao escolher um bom banco de dados:


1. QUE TIPO DE DADOS VOCÊ ARMAZENA?

Existem diferentes bancos de dados para diferentes tipos de dados, portanto, você precisará escolher um que seja projetado para o tipo de dados que possui. Por exemplo, se você tiver dados estruturados como informações de clientes, precisará de um banco de dados relacional. Se você tiver dados não estruturados, como imagens ou vídeos, precisará de um banco de dados não relacional.


2. QUANTO DADOS VOCÊ TEM?

Se você tiver uma grande quantidade de dados, precisará de um banco de dados que possa ser dimensionado para acomodá-los. Alguns bancos de dados são melhores para lidar com grandes quantidades de dados do que outros.


3. COM QUE FREQUÊNCIA OS DADOS SERÃO ACESSADOS?

Se você ainda está dando os primeiros passos no seu negócio, então talvez um banco de dados complexo não seja ideal para você. Devido à baixa frequência de informações que entram e saem de um pequeno negócio, não há grande necessidade em investir em um complexo sistema de dados. Contudo, é necessário se manter atento às novas métricas para entender a evolução do seu negócio.


Gostou do nosso conteúdo? Então siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro de mais informações e acompanhe o nosso blog.
Compartilhe este artigo em suas redes sociais:
Avalie este artigo:
[yasr_visitor_votes size=”medium”]

Conteúdo

Nossos artigos mais recentes

Leia sobre as últimas tendências na área de tecnologia
Blog 16-05
Neste texto iremos falar sobre um assunto primordial na programação: o bem-estar...
Blog 14-05
Participar de competições de programação é um teste não só das habilidades...
NEARSHORE_ LATAM AS THE MAIN DESTINATION FOR THE BEST IT TALENT thumb blog
À medida que navegamos por um mundo em constante transformação e evolução...

Extra, extra!

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com as novidades em tecnologia, transformação digital, mercado de trabalho e oportunidades de carreira

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. Venenatis facilisi.