Objective-C

(10 minutos de leitura) Objective-C é uma linguagem de programação orientada a objetos de propósito geral. É um superconjunto da linguagem de programação C e adiciona recursos orientados a objetos e recursos dinâmicos de tempo de execução. Se interessou pelo assunto?

Objective-C

(10 minutos de leitura)


Objective-C é uma linguagem de programação orientada a objetos de propósito geral que foi desenvolvida por Brad Cox e Tom Love no início dos anos 80. É um superconjunto da linguagem de programação C e adiciona recursos orientados a objetos e recursos dinâmicos de tempo de execução.

O Objective-C foi originalmente desenvolvido para o sistema operacional NeXTSTEP, que mais tarde foi adquirido pela Apple e se tornou a base para macOS, iOS e outros sistemas operacionais da Apple. Como resultado, Objective-C tem sido a principal linguagem de programação para o desenvolvimento de aplicativos para as plataformas da Apple.

Objective-C é conhecida pelo uso da sintaxe estilo Smalltalk para passagem de mensagens entre objetos. Isso contrasta com a notação de ponto usada em muitas outras linguagens orientadas a objetos, como Java ou C#. Objective-C também oferece suporte para vários recursos dinâmicos, como vinculação de tempo de execução, invocação de método dinâmico e introspecção, que permitem maior flexibilidade e expressividade.

Nos últimos anos, o Objective-C foi amplamente substituído pela linguagem de programação mais recente da Apple, Swift, que foi projetada para ser uma linguagem mais moderna, segura e acessível para o desenvolvimento da plataforma Apple. No entanto, Objective-C ainda tem um número significativo de seguidores e muitos aplicativos legados ainda são escritos em Objective-C.

Vem ler nosso artigo de hoje pra saber mais sobre Objective-C


SINTAXE

A sintaxe Objective-C é baseada na sintaxe da linguagem de programação C, com sintaxe adicional para suportar recursos de programação orientada a objetos. Aqui estão alguns aspectos-chave da sintaxe Objective-C:

1- Sintaxe da mensagem: Objective-C usa uma sintaxe única para chamar métodos em objetos. Em vez de usar a notação de ponto tradicional como em algumas outras linguagens orientadas a objetos, Objective-C usa uma sintaxe de mensagem, onde os métodos são invocados enviando uma mensagem para um objeto. A sintaxe da mensagem usa colchetes, assim: [mensagem de objeto]

2- Classes: Em Objective-C, as classes são definidas usando as palavras-chave @interface e @implementation. A palavra-chave @interface é usada para declarar a interface de uma classe, que inclui o nome da classe, variáveis de instância e assinaturas de método. A palavra-chave @implementation é usada para definir a implementação da classe, incluindo o código real dos métodos.

3- Objetos e Ponteiros: Em Objective-C, os objetos são criados usando o método alloc, que aloca memória para o objeto, e o método init, que inicializa o objeto. Os objetos são normalmente manipulados por meio de ponteiros, que são declarados usando um asterisco (*) antes do nome da variável.

4- Propriedades: Objective-C suporta o uso de propriedades, que são uma maneira conveniente de encapsular variáveis de instância e fornecer métodos getter e setter para acessar e modificar seus valores. As propriedades são declaradas usando a palavra-chave @property na seção @interface de uma classe.

5- Protocolos: Objective-C suporta o conceito de protocolos, que definem um conjunto de métodos que uma classe pode implementar para fornecer um determinado comportamento ou interface. Os protocolos são declarados usando a palavra-chave @protocol.

No geral, a sintaxe do Objective-C pode ser um pouco diferente em comparação com outras linguagens de programação, devido ao uso da sintaxe da mensagem e outros recursos exclusivos. No entanto, uma vez que você se familiariza com sua sintaxe e convenções, ela pode ser uma linguagem muito poderosa e expressiva para construir aplicativos complexos orientados a objetos.


O QUE DEVO SABER SOBRE OBJECTIVE-C?

Aqui estão algumas coisas importantes para saber sobre Objective-C:

1- Gerenciamento de memória: Objective-C usa gerenciamento de memória manual, o que significa que os desenvolvedores devem explicitamente alocar e liberar memória para objetos. Isso é feito usando os métodos alloc, init, reter, release e autorelease, que podem ser um tanto complexos e propensos a erros. Mais recentemente, o Objective-C adicionou suporte para contagem automática de referência (ARC), que pode ajudar a simplificar o gerenciamento de memória e reduzir o risco de vazamentos e falhas de memória.

2- Foundation Framework: Objective-C inclui o Foundation framework, que fornece um rico conjunto de classes e APIs para tarefas comuns de programação, como trabalhar com strings, arrays, dicionários, datas e arquivos. A estrutura do framework também inclui suporte para rede, multithreading e internacionalização.

3- Cocoa Framework: Além do Foundation framework, o Objective-C também inclui o Cocoa framework, que fornece um conjunto de classes e APIs para construir interfaces de usuário e interagir com o sistema operacional nas plataformas da Apple. Cocoa inclui classes para trabalhar com exibições, janelas, controles e outros elementos da interface do usuário, bem como suporte para manipulação de eventos, gráficos e animação.

4- Desenvolvimento de plataforma cruzada: Embora o Objective-C esteja principalmente associado às plataformas da Apple, é possível usar o Objective-C para desenvolver aplicativos de plataforma cruzada usando ferramentas como GNUstep ou Cocotron. Essas ferramentas fornecem um conjunto de estruturas e APIs Objective-C projetadas para funcionar em vários sistemas operacionais, incluindo macOS, Windows e Linux.

5- Interoperabilidade do Swift: desde a introdução do Swift como a nova linguagem de programação principal da Apple para suas plataformas, o Objective-C e o Swift foram projetados para funcionar perfeitamente juntos. Isso significa que os desenvolvedores podem usar ambas as linguagens no mesmo projeto e podem facilmente chamar o código Objective-C do Swift e vice-versa.

No geral, embora o Objective-C não seja tão amplamente usado quanto antes, ainda é uma linguagem importante para o desenvolvimento da plataforma Apple e possui uma rica história e ecossistema de ferramentas e estruturas que podem ser úteis para desenvolvedores que precisam trabalhar com código legado ou que desejam criar aplicativos multiplataforma.


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 

Aqui estão algumas das principais características do Objective-C:

1- Orientado a objetos: Objective-C é uma linguagem totalmente orientada a objetos, o que significa que todo o código é organizado em objetos que podem interagir uns com os outros através da passagem de mensagens. Isso o torna adequado para a construção de aplicações modulares complexas.

2- Tempo de execução dinâmico: Objective-C tem um tempo de execução dinâmico, o que significa que muitos aspectos da linguagem, como invocação de método e carregamento de classe, são determinados em tempo de execução e não em tempo de compilação. Isso permite maior flexibilidade e expressividade, mas também pode tornar a linguagem mais complexa e difícil de depurar.

3- Sintaxe inspirada em Smalltalk: Como já dito anteriormente, Objective-C usa uma sintaxe única para passagem de mensagens que é inspirada na linguagem de programação Smalltalk. Essa sintaxe usa colchetes para enviar mensagens para objetos, o que pode ser um pouco incomum em comparação com outras linguagens, mas também pode ser muito expressivo.

4- Gerenciamento de memória manual: por padrão, Objective-C usa gerenciamento de memória manual, o que significa que os desenvolvedores devem alocar e liberar memória explicitamente para objetos. Embora isso possa ser mais complexo do que o gerenciamento automático de memória usado em outras linguagens, também oferece aos desenvolvedores um controle mais refinado sobre o uso da memória.

5- Foundation e Cocoa Frameworks: Objective-C inclui dois poderosos frameworks para construir aplicações: o Foundation framework e o Cocoa framework. Essas estruturas fornecem um rico conjunto de classes e APIs para tarefas de programação comuns, como trabalhar com strings, arrays, dicionários, datas, arquivos, interfaces de usuário, gráficos e muito mais.

6- Suporte multiplataforma: Embora o Objective-C esteja principalmente associado às plataformas da Apple, também é possível usar o Objective-C para desenvolver aplicativos multiplataforma usando ferramentas como GNUstep ou Cocotron .

7 - Classes são objetos: Cada classe é uma instância de uma metaclasse criada e gerenciada automaticamente pelo tempo de execução. Pode-se definir os métodos de classe, passar classes como argumentos, colocá-los em coleções e assim por diante. Para se criar um objeto, é preciso enviar uma mensagem para a classe que deseja instanciar. Não é preciso recriar um sistema de fábrica. Isso ajuda a manter a linguagem simples e forte.

8- Tipagem Dinâmica: Assim como em Ruby, Python, Smalltalk, Groovy. É muito útil porque nem sempre se sabe de antemão o que nossos objetos serão em tempo de execução. A tipagem dinâmica em Objective-C é fácil de usar. 

9- Tipagem Estática opcional: Objective-C também tem suporte para tipagem estática. O melhor dos dois mundos. Isso declara uma variável que pode conter uma referência a um objeto da classe ou subclasse de NSView:

10- Categorias: As categorias permitem definir novos métodos e adicioná-los a classes para as quais não temos o código-fonte (como as classes Cocoa padrão fornecidas pela Apple). Isso torna mais fácil estender classes sem recorrer a subclasses. Extremamente útil para adaptar as classes existentes aos requisitos dos frameworks que queremos usar ou criar.

11- Envio de mensagem: A interação com os objetos é por meio de mensagens. Geralmente, o receptor de uma mensagem terá um método que corresponde diretamente à mensagem, ou seja, que tem o mesmo nome ou, nos termos do Objective-C, o mesmo seletor. Nesse caso, o método será invocado. Mas este não é o único resultado possível, já que um objeto pode escolher lidar com uma mensagem de outras maneiras, como encaminhá-la para outro objeto, transmiti-la para uma série de objetos, introspecção e aplicação de lógica personalizada.

12- Sintaxe de mensagem expressiva: Os padrões de mensagem em Objective-C são como frases de linguagem natural com lacunas, prefixadas com dois pontos. Essa forma vem de Smalltalk e torna o código muito expressivo.

13 - Coleta de lixo automática: O coletor de lixo automático é executado em seu próprio encadeamento, simultaneamente com o código do aplicativo. Ele usa um modelo de geração para melhorar sua eficiência, visando zonas de memória prioritárias que são mais prováveis de serem lixo. O coletor de lixo é um serviço opcional: você pode optar por não usar ou não em seu aplicativo. Este sistema inclui um mecanismo de liberação retardada bastante engenhoso que ajuda muito a reduzir o fardo da contagem de referência manual.

No geral, Objective-C é uma linguagem poderosa e expressiva que tem sido amplamente utilizada para o desenvolvimento da plataforma Apple por muitos anos. Embora possa não ser tão popular quanto antes, ainda tem seguidores dedicados e continua a ser uma linguagem importante para muitos desenvolvedores.


O que achou do nosso artigo? Não deixe de nos seguir nas redes sociais e acompanhar o nosso blog para ficar atualizado!
Compartilhe este artigo em suas redes sociais:
Avalie este artigo:
[yasr_visitor_votes size=”medium”]

Conteúdo

Nossos artigos mais recentes

Leia sobre as últimas tendências na área de tecnologia
Blog 23-05-min
Você é apaixonado por programação e está sempre em busca de maneiras...
Blog 21-05
A tecnologia blockchain está transformando várias indústrias por meio dos aplicativos descentralizados...
Blog 16-05
Neste texto iremos falar sobre um assunto primordial na programação: o bem-estar...

Extra, extra!

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com as novidades em tecnologia, transformação digital, mercado de trabalho e oportunidades de carreira

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. Venenatis facilisi.