Sucesso em Programação

(7 minutos de leitura) Você quer ter sucesso com programação e não sabe por onde começar? Vem ler nosso artigo de hoje para aprender algumas dicas

Sucesso em Programação

(7 minutos de leitura)


Você quer ter sucesso em programação mas não sabe por onde começar? A programação é um campo diversificado e desafiador que, a cada dia que passa, tem ganhado destaque pelo crescimento da demanda presente no mercado.

De acordo com a Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos, a projeção é de que o número de vagas de trabalho para programadores cresça em até 8% ao ano até 2029. Além disso, o mercado de trabalho para desenvolvedores é amplo e dispõe de muitas áreas diferentes para escolher.

Para te ajudar a ter sucesso na área, neste artigo daremos dicas para ingressar na carreira. Acompanhe o conteúdo e saiba mais!


COMO TER SUCESSO EM PROGRAMAÇÃO

A programação é uma carreira amplamente popular que oferece alto potencial de ganhos. É uma das carreiras mais requisitadas do século 21.

Se você é um aspirante a programador, precisa saber que, como em qualquer outra profissão, não existe uma receita de bolo para obter sucesso. No entanto, com esforço você pode alavancar a sua carreira!

Não há como negar o desafio de se tornar um profissional qualificado em um mercado tão competitivo. Leva tempo e dedicação para realmente se destacar, mas isso pode ser feito.

O que foi aprendido em 2018, por exemplo, certamente não será o mesmo conteúdo usado em 2022. A tecnologia não para de evoluir, e por isso o processo de aprendizagem deve ser contínuo.

Essa evolução aumenta a necessidade de aprendizado para capacitar os profissionais a desenvolver projetos fantásticos em sua área e aprender novos conceitos e linguagens. Confira algumas dicas que separamos para te ajudar:


DECIDA SUA ÁREA DE ATUAÇÃO

Como mencionado anteriormente, o mercado de trabalho para desenvolvedores é amplo e engloba diversas áreas de atuação, como por exemplo:

- Desenvolvimento web;
- Desenvolvimento desktop;
- Desenvolvimento mobile;
- Ciências de dados.

Essas são algumas delas, porém há outras variações para ingressar no mundo da tecnologia da informação. Atualmente, a mais usada comercialmente é a web, no entanto, também há um enorme mercado para mobile.


MANTENHA-SE ATUALIZADO

Como visto acima, a evolução tecnológica não para! Por isso, um programador deve estar sempre antenado sobre as linguagens de programação. O profissional também deve estar sempre praticando e aprofundando seus conhecimentos em determinados tópicos e tecnologias.

Passar de programador iniciante para intermediário pode ser um passo difícil no começo, mas vale a pena aprender e fazer por si mesmo. Um dos maiores erros quando você começa é subestimar a prática de conceitos básicos por achar que eles não são tão importantes. Portanto, aprenda, pratique e busque sempre por evolução!


SEJA PACIENTE

Planejamento é a chave para ter uma carreira de sucesso. Um bom programador deve desenvolver soluções para um possível problema antes de iniciar a primeira linha de um código. Por isso, seja paciente e sempre teste o que foi criado e desenvolvido.


CONHEÇA AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO

Uma linguagem de programação é um conjunto de regras para escrever e executar programas de computador. É uma ferramenta que ajuda os programadores a escrever programas de forma mais rápida e eficiente.

As linguagens de programação são usadas para criar diferentes tipos de aplicativos, desde software, sites e aplicativos móveis. Esses aplicativos podem ser desde jogos que você joga em seu telefone até sites que fornecem informações sobre filmes ou restaurantes próximos.

Algumas das linguagens de programação mais usadas são:

- Python: é a favorita e mais utilizada pelos desenvolvedores. Sua sintaxe simples facilita o aprendizado, sendo ideal para iniciantes no ramo;

- JavaScript: usada desde 1990, é uma das linguagens mais tradicionais da internet. Aliado ao HTML e CSS, o uso desta linguagem ajuda a criar animações, elementos gráficos e uma série de outras funcionalidades;

- Java: apesar do nome, o Java não é uma forma simplificada de se falar sobre o JavaScript. As linguagens, na verdade, são diferentes (veja as diferenças aqui). O Java cuida de objetos presentes na internet e é executável na maior parte das plataformas

- C e C++: é capaz de gerar códigos rápidos e oferece uma boa base sobre o funcionamento dos computadores;

- Ruby: apresenta uma lógica simples e é muito utilizada em aplicações web.


MONTE UM PORTFÓLIO

Uma das melhores maneiras de demonstrar que você tem experiência é montando um portfólio. Se você está procurando seu primeiro emprego ou planeja trabalhar em oportunidades freelance, é importante incluir projetos pessoais ou trabalhos universitários relevantes, pois eles mostram sua competência e vontade de trabalhar na área. Para montar um portfólio, suas opções são:

- Montar um site sobre você, disponibilizando seu currículo e trabalhos relevantes;
- Divulgar seus projetos por meio de um blog ou repositório aberto;
- Contribuir em projetos open source, trabalhando na documentação, testando e relatando bugs.

É essencial manter o portfólio sempre atualizado, ainda que você não esteja buscando ativamente por uma oportunidade no mercado de trabalho.


NETWORKING

A construção de uma carreira de sucesso também depende dos relacionamentos que você constrói aonde quer que vá, inclusive com pessoas de áreas diferentes da sua. Essas pessoas poderão indicá-lo quando souberem de oportunidades na sua área. O networking também proporciona uma troca de experiências que é bastante benéfica para qualquer carreira.


ESPECIALIZE-SE

Os desenvolvedores da Web precisam ser capazes de cuidar de todos os aspectos da Web, incluindo desenvolvimento visual, codificação de back-end e gerenciamento de infraestrutura. 

A seguir, listamos quatro modalidades em que os desenvolvedores web podem atuar.


FRONT-END

O front-end nada mais é do que o código que gera e executa aquilo que você vê na página inicial, ou seja, o que o usuário vê e interage. Esses profissionais precisam estar familiarizados com conceitos de design e UX design para proporcionar ao cliente uma boa experiência de site.


BACK-END

O back-end, por sua vez, constrói a estrutura responsável pelo processamento e manipulação de informações, além da comunicação do banco de dado e outros serviços.


FULL STACK

O profissional é responsável por reunir os conhecimentos necessários para programar tanto no front quanto no back-end.


GERENTE DE PROJETOS

O gerenciamento de projetos de software não precisa ser feito por um programador ou alguém com experiência no setor de computação. No entanto, se o profissional tiver alguma vivência no setor fará uma gestão melhor das equipes, além de conseguir propor soluções para implementar sistemas de maneira mais otimizada.


Gostou do nosso conteúdo? Então siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro de mais informações e acompanhe o nosso blog.


Referências:
https://bit.ly/3aSyWki
https://bit.ly/3OmcmPH
Compartilhe este artigo em suas redes sociais:
Avalie este artigo:
[yasr_visitor_votes size=”medium”]

Conteúdo

Nossos artigos mais recentes

Leia sobre as últimas tendências na área de tecnologia
Blog 23-05-min
Você é apaixonado por programação e está sempre em busca de maneiras...
Blog 21-05
A tecnologia blockchain está transformando várias indústrias por meio dos aplicativos descentralizados...
Blog 16-05
Neste texto iremos falar sobre um assunto primordial na programação: o bem-estar...

Extra, extra!

Assine nossa newsletter

Fique sempre atualizado com as novidades em tecnologia, transformação digital, mercado de trabalho e oportunidades de carreira

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. Venenatis facilisi.